Follow me around


Foto por Lost Pixel.net, All rights reserved © 2006-2008 www.lost-pixel.net

Samuel Dietz e Nazaré Costa (os chamados Radionetes) acabam de colocar online um documentário sobre os Radiohead, Follow Me Around, mostra a passagem da banda por Portugal e Espanha no longínquo ano de 2002.
Dividido em 7 partes, este documentário conta com a aprovação da banda e contém no seu interior imagens exclusivas dos concertos e uma entrevista a Thom Yorke.


Follow me around – part 2 – Nazare & Samuel

Follow me around – part3 – Nazare & Samuel.mpg

Follow me around – part4 – Nazare & Samuel.mpg

Follow me around – part5 – Nazare & Samuel.mpg

Follow me around – part6 – Nazare & Samuel.mpg


Follow me around – part7 – Nazare & Samuel.mpg


Foto por Lost Pixel.net, All rights reserved © 2006-2008 www.lost-pixel.net

“With a buzz in our ears we play endlessly”


Caso não o consigam ver, por não estarem registados no YOutube, cliquem aqui

O título do post e, já agora, do novo álbum dos Sigur Rós explica o talento e dedicação que estes meninos colocam em tudo que metem as mãos. É como se fosse a síntese da fórmula que nos explica o sucesso destes islandeses.
Que Deus os ouça e os deixe play endlessly

Serve-me de inspiração, música e vídeo, para correr pela marginal da Póvoa em pleno Agosto, de mãos dadas ao Pila e ao Miro e para, juntos, corrermos com trejeitos de carrossel pelo meio de avecs e parolos, badalando os tintins numa ode à nudez.

Deolinda e o Tocador de Tuba

Quando perguntaram ao guitarrista dos Deolinda , no programa Top +, sobre o que falava esta canção, ele teve esta curiosa resposta…

“Fala sobre o amor de uma rapariga por um tocador de tuba”

A ideia de uma pueril rapariguinha apaixonar-se por um balofo e opulento tocador de tuba – sim, todos os tocadores de tuba são gordos e balofos – é todo um conceito que me anima e floresce em mim como milho transgénico.
É refrescante a ideia de a paixão acontecer entre rapariguinhas e meninos que tocam instrumentos na secção dos metais. É inovador.

“Olha a banda filarmónica a tocar na minha rua
Vai na banda o meu amor a soprar a sua tuba
Ele já tocou trombone, clarinete e ferrinhos,
Só lhe falta o meu nome suspirado aos meus ouvidos!…”