Portugal, um retrato social.

Portugal, Retracto Social

OBRIGADO A TODOS!

A produção do programa agradece a todos os que colaboraram para a realização do programa.

Esta série, da autoria de António Barreto e realizada por Joana Pontes , é um retrato da sociedade portuguesa contemporânea. Tenta responder às perguntas mais simples. Quem somos? Onde vivemos? Como trabalhamos? Que saúde, que educação e que justiça temos?

Para isso, o autor recorre à comparação com o que éramos há três ou quatro décadas e sublinha especialmente as grandes mudanças ocorridas desde então. É o mesmo país, mas os portugueses já não são os mesmos.

Mudámos muito, em pouco tempo. Podemos viver melhor ou não, mas vivemos de modo diferente.

Destacado, em letras brancas sob fundo vermelho, este honesto “Obrigado” na página da RTP.

Este pequeno teaser faz parte do segundo episódio, Ganhar o pão: O que fazemos.

António Barreto

Lembro-me deste senhor, num programa do Miguel Sousa Tavares, se não me engano na SIC.
Era de política e eu não simpatizava muito com ele, para ser honesto.

Precipitei-me no julgamento do António Barreto, mas acertei em cheio quando admirei Rodrigo Leão à primeira. De certa forma, desculpo a minha precipitação com o acerto do meu gosto.

Há vários momentos inesquecíveis na realização da série “Portugal, Um retrato social”. Um deles foi o encontro com Rodrigo Leão. Após umas breves reuniões, durante as quais expusemos, a Joana Pontes e eu, o que queríamos fazer e lhe mostrámos as primeiras imagens já filmadas, ele veio até nós com um CD de rascunho. Ouvimos os acordes das primeiras melodias da banda sonora que tinha composto já a pensar nos temas de alguns episódios. Foi um momento feliz! A palavra, a imagem e a música encontravam-se. Depois disso, foi trabalhar, trabalhar e trabalhar. Mas aquele primeiro encontro teve qualquer coisa de mágico! Talvez seja isso a criação…
António Barreto

De resto, quero só informar que todos os episódios podem ser visualizados no site da RTP e para aqueles mais abastados, mas sem dúvida alguma com bom gosto, o Público vai vender os episódios no formato DVD, numa edição recheada e daquelas que vale a pena.